quinta-feira, abril 11

Roteiro de um dia por Joinville

Joinville, muitas vezes, passa despercebida no cenário turístico catarinense, embora seja reconhecida pelo Festival de Dança e pela presença de indústrias. No entanto, a cidade tem se destacado cada vez mais em proporcionar uma experiência acolhedora aos visitantes, além de manter uma elevada qualidade de vida para seus habitantes.

Conheça alguns atrativos que tornam possível criar um roteiro de um dia na maior cidade de Santa Catarina.

Mirante do Morro da Boa Vista: Uma Vista Deslumbrante de Joinville

No nosso roteiro, destacamos o Morro da Boa Vista. O acesso ao mirante no topo do morro é gratuito, mas não é permitido o tráfego de veículos. Portanto, a opção mais conveniente é utilizar o transporte público para percorrer os mais de dois quilômetros de subida íngreme. Ao pagar a tarifa do ônibus, você poderá desfrutar do passeio, lembrando que o transporte de volta é gratuito.

Leia mais: Conheça mais cidade de Santa Catarina

Do cume do Morro da Boa Vista, é possível contemplar toda a cidade de Joinville. A vista panorâmica, e 360º, é simplesmente deslumbrante. Além do mirante, acessível a todos, o local conta com uma trilha suspensa em meio à Mata Atlântica.

Zoobotânico: Natureza e Bem-Estar

Descendo do Mirante do Morro da Boa Vista, solicitamos uma parada do ônibus em frente ao Zoobotânico. Este parque, amplamente utilizado pelos moradores para atividades físicas e ter momentos de lazer em família, destaca-se pela presença dominante da natureza. Passeie ao redor do lago e aprecie a serenidade do ambiente.

 

Pórtico da Cidade: Um Clássico de Joinville

Imperdível, o Pórtico da cidade de Joinville é um verdadeiro clássico. Tanto o Pórtico quanto o Moinho foram inaugurados em 1982, celebrando os 150 anos da imigração alemã na região.

Museu da Bicicleta: Uma Viagem pela História sobre Duas Rodas

Joinville é reconhecida como a Cidade das Bicicletas, abrigando o único museu dedicado a esse meio de transporte na América Latina. No local, encontram-se verdadeiras raridades, incluindo as primeiras bicicletas utilizadas na cidade. A história desse meio de locomoção é preservada e disponível gratuitamente ao público.

Localizado em uma antiga estação ferroviária desativada, o museu conta com mais de 16 mil itens em exposição desde sua fundação, em 2000. Uma das peças mais notáveis é a bicicleta usada para dar a volta ao mundo, completamente equipada com bolsas, tornando-se uma atração marcante no salão.